do outro lado

e agora
enquanto eu me ponho a escrever
nesta madrugada quieta e sossegada
de uma segunda-­feira
que teima e tarda em chegar
alguns milhões de chineses
nos mercados
praças
avenidas
e escolas
do outro lado do mundo
gritam feito loucos de pedra

eles
apavorados com meu silêncio

eu
atônito diante de tanta gritaria

®Felipe Damo

0 Replies to “do outro lado”

  1. Superei a vergonha.. rs

    Beijo!

  2. …e enquanto isso o zé geraldo na praça, dando milho aos pombos…

  3. foi otemo ser teletransportado até a china

  4. … e não é que você tem razão!…

    abraços
    Rubens

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.