reflexões íntimas sobre o substantivo feminino saudade

para G.B.

 

 

há uma ausência

um vazio nas ruas

da cidade

 

 

um espaço em branco

uma praça

um banco

desocupado

 

 

há uma vacância

um estrondo surdo

na tarde estática

de um mês de outono

de um ano morto

em um país perdido

do hemisfério sul

 

 

a minha saudade

sempre foi uma lembrança

triste

de coisas

felizes

 

0 Replies to “reflexões íntimas sobre o substantivo feminino saudade”

  1. Fernanda

    e por falar em saudade…

    “Com o coração dilacerado, a alma destroçada, os sonhos perdidos e as lágrimas no rosto, sigo meu caminho. Aquele mesmo que te prometi um dia que farias ao meu lado. Se me arrependo? Talvez. Porque o amanhã não me pertence, o hoje me desafia e o ontem é só saudade.”

  2. psyboom.hi5.com

    adorei…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.