Vem aí a TPM Solidária

Nada melhor que esta época do ano para celebrarmos a solidariedade entre as espécies. E é com a chegada do Natal que anunciamos um projeto que pretende revolucionar as relações humanas e sociais, principalmente no tocante a relação homem-mulher. Vem aí a TPM Solidária.

Bem, a Tensão Pré-Menstrual todos, ou quase todos, já conhecemos. Aumento de peso, crises de choro, compulsão para comer, fadiga, dores nas articulações, irritabilidade, cólicas abdominais, enxaquecas e oscilações de humor. A TPM foi diagnosticada pela primeira vez em 1931 pelo pesquisador Robert Frank, em Nova Iorque, e reúne mais de 150 sintomas a ela relacionados, tudo por conta da descarga chucknorriana de estrogênios que os corpitchos de nossas adoráveis mulheres recebem mensalmente. Isso as deixa irritadas e acaba criando uma rede de irritabilidade que contagia a todos que estão por perto. E o pior, estima-se que de 40 a 90 por cento das mulheres padeçam deste mal. É mulher reclamona que não acaba mais.

Cansados de passar uma semana por mês jogados de canto, esquecidos, ignorados, desprezados e, quase sempre, acusados injustamente de não ter sentimentos, bem como de não ter a capacidade de compreender o calvário alheio, nós homens resolvemos lançar a TPM Solidária. É um programa de socialização fácil e de rápida aplicabilidade. Desta maneira você pode ser um parceiro, um verdadeiro companheiro de sua mulher nesta fase tão difícil do mês.

A TPM Solidária é como gravidez psicológica. Você começa entrando na onda, logo vai replicando alguns tipos de comportamento, e quando você menos esperar, já estará de mal com o mundo, distribuindo patadas para todos os lados e fechando a cara até para manequim de loja. Sim, porque se a sua mulher tem o direito de andar com essa vibe toda durante uma semana, você também tem!

E pra que isso? Pra mostrar que ela não está sozinha! Que você a compreende e, principalmente, que você tem o comprometimento de refletir as ações e atitudes dela neste período. Quem sabe não falta só um espelho, não é mesmo? Ou um pouco de educação, como diz André Pinheiro. Porque que se a TPM é um distúrbio, uma doença, uma síndrome ou sei lá qual outro nome queiram dar a este estado comportamental de extrema vilania, então tem mais é que ser tratado. E não descontado em cima de quem nada ou pouco tem a ver com o fato de você ter nascido mulher.

Tudo bem, a essa altura o texto já vai estar parecendo machista, petulante e misógino, mas não é esta a intenção, acreditem. Eu sei que vou levar um puxão de orelha de várias mulheres, inclusive da minha, mas o que eu queria mesmo era só jogar um pouco de luz sobre o assunto, que muitas vezes ainda é tratado como tabu. Porque, convenhamos, vocês ficam muito chatas. Às vezes passam uma semana com a pá virada por causa da TPM e outra semana incomodadas e desconfortáveis. Ou seja, meio mês de chateação. Tudo bem, nós não passamos por o que vocês passam, hormonalmente. Mas vocês também não agüentam o que nós agüentamos nesses dias. Depois ainda reclamam quando o cara troca vocês por outra mulher mais desencanada.

Então, vamos encarar a TPM Solidária como um exercício de altruísmo, como uma oportunidade de nos colocarmos no lugar do outro e ver o mundo com um olhar diferenciado. Homens, chorem mais, sejam mais emotivos, não aceitem ser contrariados. Mulheres, um pouco mais de auto-crítica nessas horas. Conviver não é fácil, mas se vocês só se importam com vocês, arrumem uma caverna para viver e fiquem por lá. Arre, gente mal resolvida! Viva a alegria de viver. Viva as relações maduras e emocionalmente equilibradas. É Natal!

0 Replies to “Vem aí a TPM Solidária”

  1. mauri

    CAra tu quer morrer!

  2. Não, eu só quero ser tratado com a mesma educação que eu trato a todas as mulheres.

  3. marjoriebier

    MOR-RA!

  4. Priscilla

    é por essas que eu te amo…

    e por eu ser a mulher mais querida, inclusive na TPM, você me ama!

    hahahahaha

  5. Eu falo, mas ninguém me escuta! Nem adianta apelar pro bispo Macedo que quando isso acontece nem com macumba forte…

    Tem mulher que vive a vidinha toda de TPM e nem se dá conta disso, somente a entende o parvo que vive ao seu lado, mas esse é parvo mesmo, num conta.

    Aliás, só a guisa de conhecimento: que significa mesmo TMP? Tansa de Pai e Mãe? Num é não, né? Ahhhh! Sei, Tiranazinha Pòs Moderna, certo?

    *FNPV!

    *Feliz Natal Pra Vocês!

  6. Pros fans de fanzocas do Damo, meus sinceros votos de Dilma na cabeça em 2010!

    PS: Se as eleições do próximo ano fossem para presidente e tbm para prefeito, eu votaria assim:

    Dilma e Damo!

    PS 2: Dilma e Damo é dupla sertaneja, né não?! rsss

    Beijos do Helinho p/ Damo e Pris!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.