Terral

Existe algo como despedida
Bem no meio do meu peito.
Um adeus antigo
Querendo abrir as portas
Pra sair rastejando
Entre folhas do quintal.

Um apito de navio.
Um sopro de vento.
Um varal.

Quem sabe é a vida se fazendo.
Quem sabe é a vida se rendendo.

Ou talvez seja
Só o tempo
Dançando num terral.

0 Replies to “Terral”

  1. Nada como o tempo, para fazer as pessoas não esquecerem o que são!

  2. Isso me lembrou uma frase de uma música do Arnaldo Antunes: “eu já disse adeus antes mesmo de alguém me chamar”.

  3. Marjorie Bier

    Lembrei do Millôr… “Do mundo nada se leva, mas é formidável ter uma porção de coisas às quais dizer adeus”

    beijo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.