Rurais XVI

Olho para o campo

como quem olha

para um corpo.

 

A relva como cabelos

dançando no vento leste.

As curvas dos rios

desenhando sorrisos

nos sulcos da terra

 

E as serras contornando os membros

desse estranho ser de muitas cabeças.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.